quinta-feira, 25 de outubro de 2007

Quis saber quem é...

Perdida entre o mundo que lhe ensinaram e a realidade de todos os dias, encara o mundo como uma peça de teatro, onde desempenha o papel que acredita ser o seu…

Fugindo ao confronto consigo própria, refugia-se na falsa segurança do papel que definiu para si própria nas últimas duas décadas. Na sua cabeça, qual imagem guardiã, ela manteve fielmente o retrato da mulher que quer ser, um modelo que a sociedade lhe impõe constantemente.

Atraente, sensual, segura, inteligente, perspicaz, independente, simpática, social, forte, agradável, autoconfiante, querida, sensível, sexual, meiga… uma Mulher! De humor fácil e inteligente, de raciocínio claro e frio, segura de si e dos outros, à vontade em todos os ambientes, transpira beleza e independência, sedução e carinho. Capaz de uma amizade profunda, de ajudar as pessoas, sensível e meiga, mas também de ser fria e desprendida com todos aqueles que a magoem. As pessoas encantam-se com o seu sorriso sincero, derretem-se com a sua voz doce, temem a sua desaprovação e buscam o seu conselho. Em todas as situações lida com extraordinária leveza, mas pulso de ferro e vontade de aço, enquanto um sorriso beatífico e sereno lhe curva os lábios. Uma Mulher moderna, pronta para o mundo, cosmopolita e sofisticada!

Doce ilusão… O papel é impossível de desempenhar para sempre. O “eu” reprimido insiste em aparecer, as dúvidas manifestam-se. Alguém a magoa e isso dói, muito mais do que deveria doer. “Não sou eu superior a isto tudo?!”. Uma situação crítica irrompe e sente-se frustrada e triste. “Então?! Tu sabes sempre o que fazer! Quantas vezes não falaste disto com as tuas amigas e amigos?” O mundo não corresponde como é suposto.

Ela faz um esforço e continua. “Para a frente é que é o caminho.” Não se interroga, não se questiona, tenta adaptar-se ao mundo, sorri com as adversidades, a mulher que ela vê existe, só teve azar, as circunstâncias foram más. Mas a dúvida persiste… Lentamente, muito levemente, os conflitos internos surgem. Dia após dia, uma crescente insatisfação cresce. “Quero mais, quero muito MAIS!”, uma mulher escondida solta o seu grito de Ipiranga.

Finalmente, procura nos outros a confirmação das suas opiniões, a confirmação de quem é! Sonda tudo e todos, testando-os constantemente. À medida que, mais uma vez, os vários feedbacks não são os desejados, vai mudando o papel, como se de um vestido novo se tratasse. A menina inocente, a mulher sofisticada, a mulher sexual. Uma qualquer mistura de tudo isso! Qualquer coisa!

Não se deixa afundar. Mais uma vez, molda-se um pouco, tenta uma nova abordagem, um novo papel. Tudo menos admitir que está um pouco perdida, que não sabe bem quem é, que há qualquer coisa que não bate certo. Refugia-se nos lugares comuns. "Sou mulher, sou de extremos, sou emotiva, sou apaixonada."

Talvez um dia perceba que é tudo aquilo que sempre interpretou. Talvez um dia compreenda que é tudo o que quer ser. Talvez um dia descubra que se a mulher que sonhou existe, é porque alguém a sonhou. Talvez um dia sinta que essa mulher é uma construção e um destino, mas que o caminho, esse é só dela!


Talvez um dia…

39 comentários:

Azul disse...

É claro que estás a falar de mim!!!

Fui a tua musa para este post!!

Vá lá, diz que sim!

ehehehehehehhe!!!!

Olha que eu insulto-te!!!

htsousa disse...

Azul,

Humm. Como tu estás a precisar de insultar, vou responder que não.

Beijinho.

Azul disse...

Medroso!!!!!

;)

Azul disse...

By the way,

a tua presença no jantar já está confirmada!
Agora já não te podes baldar...

htsousa disse...

Medroso, o tanas!!! Chama-se prudência, tenho uma irmã da tua idade, muito mais baixinha que eu, e mesmo assim levo porrada! :P

Não me passou pela cabeça baldar-me!

Azul disse...

Ah, ganda mana!!!!

E ainda bem que nem te passou pela cabeça baldares-te!
A marta também já está confirmada!

bjufas!

Afrika disse...

Obrigado.... ta muito lindo gostei muito!
Simplesmente genial e quantas verdades contem... so me pergunto se e' mesmo assim?!
Podes assinar por baixo!
Beijinho grande

alguém+ neste mar de gente disse...

ai, quase que me revejo nesta pessoa. quantas não somos a que se revêm??

htsousa disse...

Afrika,

O que são verdades? Ou devo dizer Verdade? Nem Kant, nem Descartes me conseguiu explicar isto... e sem isso não te posso responder.

Beijinho grande,

htsousa disse...

alguem+,

Olá, Gosto muito do teu espaço, sê benvinda ao meu cantito.

Infelizmente, cada vez mais acredito que muitas mulheres sentem a pressão para serem algo que não são, para corresponder ao padrão da mulher moderna. A única liberdade que resta é lidar com os pormenores desse padrão.

O mesmo se passa com os homens, mas isso será para outro post.

Beijinho e obrigado pela visita.

Silvia Madureira disse...

Bem...pareceu-me um homem que percebe de mulheres...
..............
...........
Todos dizem (esta é daquelas frases de prateleira) que devemos ser autênticos............
..................

Mas...quem não perde a autenticidade? Raramente quem é autêntico consegue vencer na vida. Tudo hoje em dia se baseia na falsidade........
.............
................
.............
Mas...eu ainda sou daquelas que penso que alguém irá me valorizar tal e qual como sou com todos os defeitos e sem criticas...eu ainda acredito que não terei que encenar...e aí deixarei de vez o teatro..............

P.S. As minhas constantes reticências surgem no decorrer da escrita quando paro e não sei o que dizer...para mim este é dos blogs mais difíceis de comentar...vai buscar as coisas que tenho guardadas bem dentro de mim, sem querer estar a falar.

Um beijo

htsousa disse...

silvia madureira,

Abarcas muito com o teu comentário, fazes algumas relações que não me atrevi a explorar... como vencer na vida (logo à partida seria preciso definir o conceito!)

Quem não perde a autenticidade? Não sei... em tempos eu perdi a minha. Estou a recuperá-la. Acredito que primeiro tenho que me mostrar autêntico, para descobrir aqueles que se identificam com o verdadeiro eu. Mas não tenho a veleidade de me afirmar homem completamente feito, imutável e omnisciente. Tenho um ponto de partida, uma direcção escolhida e uma viagem prara fazer.

Sei que as pessoas que mais prezo são pessoas autênticas. E essas, podem ser de todos os feitios e mais alguns. Posso gostar mais ou gostar menos, mas tudo o que aprecio é real.

Neste momento, é o que sinto.

Beijo.

P.S. - Levantaste algumas questões engraçadas, vou se escrevo sobre isso (se conseguir).

Vício disse...

estás quase lá! ;)

Ana disse...

Estas palavras quase que me despiam a alma ...

htsousa disse...

Vício,

Obrigado e um abraço.

htsousa disse...

Ana,

E como te dás com a exposição?

Beijinho.

Maga Patalógika disse...

Descobri este blog através de um comentário que deixaste no meu... vim aqui espreitar, comecei a ler e não consegui parar mais. Escreves com tanta alma e tão bem... Fiquei muito bem impressionada! Este fds, em vez de ler o livro que tenho na minha mesa de cabeceira, vou continuar ler os teus textos... que achei lindos. Parabéns!

htsousa disse...

Olá maga,

Sê benvinda e obrigado pela visita.

Vamos ver se continuas com a mesma opinião quando acabares de ler. Não encostes já o livro!

Beijinhos.

Thunderlady disse...

Estou como a Maga. Vim aqui descobris-te pela visita que me fizeste.

Sabes, quem vai ter muito que ler sou eu :)

Beijinho!

Ana disse...

Com a exposição solar?!! Muito bem, não temos qualquer tipo de problemas nem aquelas discussões típicas de casais, é tu cá tu lá...se bem que o meu adorado sol por vezes passa-se e esquenta demasiado e depois quem sente é a minha pele LOOOOOOOOL...

CatWorld disse...

e um passo de cada vez temos de dar!
as vezes as coisas estao na nossa frente e nós nao a vemos!
beijoca!

Anónimo disse...

covinhas...
eu sei e conheço...é simplesmente verdade... mas a esperança é a ultima a morrer, essa morrerá comigo...

é linda, transparece...

AMO-A

Azul disse...

ht,

Sem querer estar a dar ideias, que eu até nem sou nada disso, mas já reparaste que as tuas respostas aos teus posts, davam autênticos post themselves?!?

Andas sub-aproveitado,é o que eu digo!

ĸıĸı ♥ disse...

bonito texto :) 5estrelas msm gostei bjs

htsousa disse...

thunderlady,

Aplica-se o mesmo que à Maga: aguardemos pelo veredicto final!

Sê benvinda e um beijinho.

htsousa disse...

anónimo,

covinhas?! é linda, transparece?!

Desculpa, mas não percebi nada do teu comentário!!!

htsousa disse...

azul,

Gosto muito que dês ideias, por isso não te inibas. Não sei é como aproveitar este teu comentário...

Beijinho.

htsousa disse...

ĸıĸı ♥,

Benvinda ao espaço. Ainda bem que gostaste, volta sempre que quiseres.

Beijinho.

Marta disse...

Parece que te pedi para escreveres um texto sobre mim e que o postaste aqui!
Até arrepia!

htsousa disse...

marta,

Parece ser uma opinião geral, mas no teu caso acho que se assenta.
Contudo, nem toda a gente percebeu o sentido...

Beijinho.

Silvia Madureira disse...

Tens convite no meu blog. beijo

htsousa disse...

Silvia madureira,

Esotu a ir.

Beijinho.

Alfacinha disse...

Num registo completamente diferente (e completamente aparvalhado, confesso!), o título deste post sugere-me dizer:

"Quis saber quem é,
O que faz aqui?!
Quem a "abandoné"?!
De quem se "esqueci"?!"

E pronto... era isso! :D

(À parte isso, está interessante... Gostava de saber em quem estavas a pensar, para perceber melhor! ;) Bjnhs)

htsousa disse...

Alfacinha,

Puseste-me um sorriso na cara e provocaste uma gargalhada. Também pensei o mesmo quando escrevi o texto.

(À parte isso, a curiosidade matou o gato)

Beijinho.

Alfacinha disse...

Neste caso, a gata ;)
E não matou... Tenho sete vidas!
(ou tinha... suponho que já tenha perdido algumas... e já me escaldei também...)

Melissa.Yedda disse...

Fantástico o teu post! Quem , sendo mulher, nunca se sentiu assim?
Um abraço.

htsousa disse...

melissa.yedda,

Bem-vinda ao meu cantinho. Obrigado pelo elogio, espero que continues a gostar.

Não sei se as mulheres todas se sentiram assim, mas parece que as que leram o post sim. ;)

Beijinhos.

sa disse...

muitas mulheres se revêm neste teu texto concerteza,,, é que é mesmo isso, está la tudo :)

htsousa disse...

SA,

De facto, assim parece. Mas não foi escrito com essa intenção. Se calhar só consegui ver o óbvio, ou escrevi de forma muito genérica. Ou então, as mulheres são todas iguais. ;)