sábado, 17 de novembro de 2007

Patetices

Do mais pequeno gesto, simples, banal, corriqueiro, ele retirou um sorriso enorme... Uma onda de calor subiu-lhe ao rosto e fez com que um sorriso parvo lhe embeiçasse o rosto.

"Porque estás tão contente? Parece que tens motivos...", admoesta-se. O teimoso sorriso de idiota teima em não sair. Sente-se bem. Está contente, confiante, pateta, divertido. Apetece-lhe... não sabe o quê, correr, cantar, dançar, divertir-se. Rir-se. Abraçar alguém. Caminhar em passo leve, conduzir horas a fio ou nadar no mar.

"Mas porquê?"

Ele sabe a resposta... Encolhe os ombros e pensa, "Patetices!"

E continua a sorrir...

24 comentários:

M. disse...

De um gesto banal como o dar um pouco de si mesma, ela sabe que é fácil arrancar sorrisos a quem passa. Sabe que a arte da expressão concede às palavras o privilégio de complementar o olhar. Sabe que ele entende que o silêncio não implica ausência, que o rosto não fala apenas pela língua e contagiada pelo seu sorriso deixa escapar nele um beijo antes de se retirar para a serenidade do vale.

*

Dina disse...

Mesmo que não deixe rasto vou passando por aqui...:):)

azul disse...

badamerda...por causa de " patecices", estou a sentir-me mal e culpada.
Porque pequei, fui má e não gosto de ser assim.

Cold_cold_Bitch disse...

Quando o meu sorriso-não-descola isso só quer dizer uma coisa... significa que estou apaixonada.

Sofia disse...

Eu sorriu apatetada para com tanta coisa... e é tão bom, tão doce sentir-me de novo menina e dançar e cantar em cima do sofá da sala como se fosse o palco... e aproveita o estado de espírito - diverte-te e boa viagem!

Sofia disse...

Eu sorrio... peço desculpa... acabei de acordar e ainda estou um bacado apatetada... lol

Beijinhos

Sofia disse...

sousa, tens um prémio à espera lá na caixinha!

black cat disse...

O que importa é que o 'pateta' sente-se bem! SORRIR só é uma 'patetice' para quem não sabe sorrir e tem inveja do sorriso dos outros!

Sylvia disse...

Gosto de dias assim... em que se fica feliz sem saber porquê. Está-se, é-se feliz e partilha-se esse estado.
Que não se questione essa dádiva.
Beijinho

Marta disse...

Tu queres ver que estás apaixonado? :)

htsousa disse...

m.,

Sustentado nesse conhecimento, e nos silêncios que medeiam as palavras, o seu sorriso idiota persiste, embora interior.

Beijo.

htsousa disse...

dina,

É bom saber. Beijinhos.

htsousa disse...

cold,

Há coisas mais banais que podem ter o mesmo efeito, se as deixarmos. ;)

Beijinhos.

htsousa disse...

sofia,

É isso mesmo, aproveitar o estado de espírito e deixar que as coisas pequeninas nos ponham assim.

Beijinhos.

htsousa disse...

black cat,

Tens toda a razão... mas a própria pessoa sabe que é um sorriso pateta. É uma patetice, mas é uma boa patetice, daquelas que se gosta de ter.

Beijinhos.

htsousa disse...

sylvia,

É que nem vale a pena questionar, acabamos por reduzir as coisas à sua dimensão natural, ao seu pequeno nada. Mas as banalidades também têm o seu valor, se estivermos abertos a elas.

Beijinhos.

htsousa disse...

marta,

Cusca!! Nem um comentário ao texto, vens para aqui destabilizar...

Cusca!!

P.S. - Não, não estou. Mas há pessoas que têm o dom de criar sorrisos patetas nos outros! E, como são raras, ainda bem que aproveitei a ocasião. :P

Ana disse...

Sei bem do que estás a falar, os sorrisos abananados como eu lhes chamo Lol... são tão bons, assim,espontâneos e naturais que empaticamente acabam por contagiar quem está ao nosso lado.

htsousa disse...

ana,

"sorrisos abananados" é uma excelente expressão. Mais do que afectar quem está ao nosso lado, é a capacidade que nos conferem de enfrentar muitas outras coisas.

Beijinhos.

Ana disse...

Concordo ctg, um sorriso tem um grande poder...sorrir do passado, sorrindo no presente ou simplesmente sorrindo no presentem,é o melhor analgésico para a alma...um "sorriso abanado" pra ti Lol

Ana disse...

Abananado* dsclpa o lapso

Claudia disse...

São tão boas... =)

htsousa disse...

ana,

Outro para ti.

Beijinhos.

htsousa disse...

Claudia,

Concordamos em absoluto.

Beijinhos.